Início Brasil Ciro Nogueira, a mulher e o enlace de Cristiano Araújo com a...

Ciro Nogueira, a mulher e o enlace de Cristiano Araújo com a Lava Jato

18
0
COMPARTILHAR

Por Caio Barbieri

Conheça as relações por trás da indicação de servidor do distrital que devolvia dinheiro para deputada casada com senador do PP

Vão muito além de meras coincidências as relações entre o servidor comissionado da Liderança do PSD na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) Rogério Cavalheiro, o deputado distrital Cristiano Araújo (PSD), a deputada federal Iracema Portella (PP/PI) e o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI). Uma aparente teia de relacionamentos foi construída entre esses personagens para que, sem a lupa das autoridades, conseguissem alcançar um possível proveito de suas posições públicas.

O caso passaria despercebido se, durante operação da Polícia Federal realizada na casa do senador Ciro Nogueira como desdobramento da Lava Jato, os investigadores não tivessem encontrado um envelope com dinheiro e contracheques de Rogério Cavalheiro. Questionado pelas autoridades da força-tarefa, o servidor da CLDF assumiu devolver parte dos R$ 11,7 mil que recebia mensalmente para a mulher do político, a deputada federal Iracema Portella.

Mais sobre o assunto:

De acordo com o depoimento à Polícia Federal, Cavalheiro reconheceu entregar para a parlamentar mais de R$ 7 mil de sua remuneração e guardar os outros R$ 4 mil a pedido da congressista. O caso ainda é alvo de apuração.Amigo de Ciro Nogueira, Rogério Cavalheiro ocupa o disputado cargo do Legislativo local desde janeiro de 2017, sob a chancela do distrital Cristiano Araújo. Mãe do parlamentar do DF, Maria de Lourdes Nogueira Araújo era nomeada no cargo de secretária particular da 2ª Vice-Presidência da Câmara dos Deputados, ocupada atualmente pelo deputado federal André Fufuca (PP-MA), filiado ao partido comandado por Nogueira.

Nomeação de Rogério Cavalheiro na Liderança do Bloco União por Brasília, hoje transformada na Liderança do PSD
Nomeação de Rogério Cavalheiro na Liderança do Bloco União por Brasília, hoje transformada na Liderança do PSD

Toma lá, dá cá

Desde fevereiro de 2017, Maria de Lourdes Nogueira de Araújo ocupava a função no gabinete da 2ª Vice-Presidência da Câmara federal com a maior remuneração da Casa: um CNE-7, que lhe garantia R$ 16.405,20 por mês. O valor é similar ao recebido por Rogério Cavalheiro na Câmara Legislativa.

Atualmente, Lourdinha como também é conhecida a mãe do deputado Cristiano Araújo passou a ocupar função um pouco menor: assessora especial CNE-9, com salário equivalente a R$ 13.311,13 (confira abaixo). Em 2010, ela chegou a anunciar a intenção de se candidatar a deputada federal, mas renunciou à empreitada política.

Mãe do deputado ocupa um cargo na 2ª Vice-Presidência da Câmara dos Deputados, local comandado pelo PP, partido de Ciro Nogueira
Mãe do deputado ocupa um cargo na 2ª Vice-Presidência da Câmara dos Deputados, local comandado pelo PP, partido de Ciro Nogueira

Círculo de amigos

Beneficiado com o cargo na Câmara Legislativa do DF, Rogério Cavalheiro mantém uma relação muito próxima com o renomado médico André Sales, clínico geral bastante conhecido em Brasília. O especialista chegou a ser cotado para assumir o Ministério da Saúde (MS) no lugar de Ricardo Barros (PP/PR), que deixou a pasta para concorrer à reeleição a deputado federal. O convite para Sales comandar o MS partiu do próprio senador Ciro Nogueira, mas não foi consumado.

Apesar disso, a relação entre o congressista, a mulher dele, o médico e Cavalheiro extrapola os compromissos oficiais. Tornou-se privada, como mostram as fotos abaixo. Em diversos momentos, o quarteto curtiu momentos inesquecíveis, incluindo um badalado festival de música nos Estados Unidos, o Coachella, realizado em abril de 2017 na cidade de Indio, no estado da Califórnia.

Eles também se deixaram fotografar em outros episódios, sempre durante momentos de descontração. Um deles foi na pousada Capim Santo, uma das mais disputadas de Trancoso, no litoral baiano.

Prova do intenso convívio entre eles é uma declaração publicada pela deputada federal e esposa de Ciro Nogueira. Em uma postagem nas redes sociais, Iracema Portella homenageou o médico André Sales no dia do aniversário dele: “Hoje é seu dia. Obrigada por ser tão especial, por todas as risadas e por todos momentos incríveis que temos”.

Confira galeria de imagens e postagens do grupo:

Ligado ao presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira, Rogério Cavalheiro é chamado de “parceiro” por Cristiano Araújo
Ligado ao presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira, Rogério Cavalheiro é chamado de “parceiro” por Cristiano Araújo
Cavalheiro é muito próximo do médico André Sales, amigo dos Nogueira
Cavalheiro é muito próximo do médico André Sales, amigo dos Nogueira
O casal Ciro Nogueira e Iracema Portella costuma curtir momentos ao lado de Cavalheiro e Sales
O casal Ciro Nogueira e Iracema Portella costuma curtir momentos ao lado de Cavalheiro e Sales
Mais um registro dos congressistas com o médico e o servidor comissionado. Nesta foto, em Trancoso (BA)
Mais um registro dos congressistas com o médico e o servidor comissionado. Nesta foto, em Trancoso (BA)
Em alguns momentos, o distrital e a dupla de amigos foram também fotografados juntos em viagens
Em alguns momentos, o distrital e a dupla de amigos foram também fotografados juntos em viagens
A relação entre Iracema Portella e André Sales mereceu declaração nas redes sociais
A relação entre Iracema Portella e André Sales mereceu declaração nas redes sociais
Enquanto isso, Cavalheiro passeava durante a semana pelo Egito, em possível dia de expediente
Enquanto isso, Cavalheiro passeava durante a semana pelo Egito, em possível dia de expediente
Também fez registros em outros dias úteis, em Israel
Também fez registros em outros dias úteis, em Israel
Com um salário líquido de mais de R$ 11 mil, Cavalheiro também esteve com o casal Nogueira no festival Coachella, na Califórnia (EUA)
Com um salário líquido de mais de R$ 11 mil, Cavalheiro também esteve com o casal Nogueira no festival Coachella, na Califórnia (EUA)
Numa sexta-feira (24/2/2017), o servidor treinava em academia badalada do Leblon (RJ)
Numa sexta-feira (24/2/2017), o servidor treinava em academia badalada do Leblon (RJ)

Embora o distrital Cristiano Araújo, em nota enviada ao Metrópoles nessa terça-feira (26/6), tenha afirmado desconhecer a indicação de Cavalheiro e sustentado que “os gabinetes têm dezenas, centenas de assessores, e não necessariamente são indicações políticas”, o parlamentar também aproveitou momentos de diversão da turma e juntou-se ao grupo no restaurante mediterrâneo carioca Satyricon, bastante conhecido por quem procura uma boa gastronomia em Ipanema, bairro nobre do Rio de Janeiro. Em um post nas redes sociais de Araújo, ele chega a se referir ao servidor como “meu parceiro” (veja na galeria acima).

Quanto mais a amizade se fortalecia, mais o comissionado da Câmara Legislativa e o médico André Sales curtiam momentos especiais – grande parte deles em pleno horário de expediente do serviço público, quando Rogério Cavalheiro deveria bater ponto na CLDF. Um mês após tomar posse, o servidor registrou uma foto na academia Bodytech do Leblon, também na Zona Sul carioca. O clique foi feito no dia 24 de fevereiro de 2017, uma sexta-feira.

As fronteiras nacionais não eram impeditivas para as viagens do comissionado do Legislativo distrital. No dia 31 de agosto daquele mesmo ano, uma quinta-feira de expediente normal, Cavalheiro publicou uma foto no Egito. Quase uma semana depois, o clique foi em Atenas, na Grécia era o dia 6 de setembro de 2017, em plena quarta-feira útil, véspera de feriado. Numa segunda-feira (11/9), ele registrou momentos em Tel-Aviv, Israel. Como Cavalheiro foi empossado em janeiro de 2017, as férias só seriam legais se ocorressem pelo menos um ano após a solenidade.

Exoneração

Acionado novamente pela reportagem, o deputado distrital Cristiano Araújo enviou, na noite dessa quarta-feira (27/6), nova nota ao Metrópoles. No texto, ele reforçou não ter relações políticas com Ciro Nogueira e Iracema Portella, além de descartar responsabilidade sobre o cargo ocupado pela mãe. No entanto, Araújo mudou o posicionamento quanto a Rogério Cavalheiro.

“O servidor, ao ser nomeado, gozava da confiança do deputado para exercer o cargo de assessor, já que era uma pessoa do seu círculo de relacionamento nos últimos dois anos”, diz trecho da nota. Segundo o texto, ao tomar conhecimento do depoimento no qual o subordinado admitiu à força-tarefa da Lava Jato o repasse de parte dos vencimentos a Iracema Portella, “o deputado [Cristiano Araújo] solicitou imediatamente a sua exoneração ao presidente da CLDF, deputado Joe Valle [PDT]”.

Confira, abaixo, a íntegra da nota encaminhada ao Metrópoles pela assessoria de Cristiano Araújo nessa quarta-feira (27/6):

“O deputado Cristiano Araújo reafirma que não tem relações políticas com o senador Ciro Nogueira ou a deputada Iracema Portella.

O fato de a mãe do deputado trabalhar na 2ª Vice-Presidência da Câmara dos Deputados, hoje comandada pelo PP, não prova que haja qualquer vínculo pessoal ou relação política entre Cristiano e o senador Ciro Nogueira ou a deputada Iracema Portella.

A mãe do deputado é conhecida em Brasília como uma pessoa de intenso convívio social e no meio político, além de estar à frente de projeto social que beneficia pessoas de grande vulnerabilidade social. Portanto, não depende do deputado para exercer suas atividades ou qualquer cargo de assessoria, já que é bem relacionada politicamente.

O servidor, ao ser nomeado, gozava da confiança do deputado para exercer o cargo de assessor, já que era uma pessoa do seu círculo de relacionamento nos últimos dois anos.

Ao tomar conhecimento pela reportagem da Rede Globo de que o assessor, em depoimento à Polícia Federal, declara estar envolvido em ato ilegal, ao repassar parte do seu salário, referente ao cargo ocupado na Câmara Legislativa, o deputado solicitou imediatamente a sua exoneração ao presidente da CLDF, deputado Joe Valle.”

O que dizem os outros envolvidos

Procurado pelo Metrópoles desde terça-feira (26/6), o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira, não atendeu e não retornou as ligações da reportagem.

Da mesma forma, a mulher dele, a deputada federal Iracema Portella, também foi acionada. Nessa terça, a parlamentar chegou a atender a ligação, mas desligou o aparelho celular ao ser questionada sobre o tema. Desde então, não se comunicou mais com a equipe de repórteres.

A mãe do deputado distrital Cristiano Araújo, a servidora da Câmara dos Deputados Maria de Lourdes Nogueira Araújo, não foi localizada até a última atualização deste texto.

O servidor da Câmara Legislativa Rogério Cavalheiro foi acionado por meio de redes sociais, no entanto não respondeu às mensagens da equipe do Metrópoles.

O médico André Sales, amigo dele, não foi localizado até a última atualização desta matéria.

Fonte: Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here